Seminário Temático:

Neste ciclo de debates propomos uma reflexão sobre os limites renovados e as articulações cada vez mais complexas entre mecanismos de gestão governamental e expedientes de luta social, também entre dispositivos de pesquisa e de intervenção. A proposta é aprofundar essa reflexão a partir de alguns campos de conflito situados, que se desdobram em diversas escalas e cenários, envolvendo os mais variados atores, cujos posicionamentos nem sempre se estabilizam numa figuração unívoca, mas cuja trama vai desenhando os contornos de um reconfigurado campo de possibilidades para o conhecimento e a prática política

Projeto Temático FAPESP “A gestão do conflito na produção da cidade contemporânea: a experiência paulista”

Laboratório de Pesquisa Social do Departamento de Sociologia (LAPS).

coordenação: Profa. Vera Telles (USP)

1 – Moralidades, saberes e política contemporânea : a contribuição de Didier Fassin.

Biopolítica, moralidades e humanitarismo são temas centrais na obra recente de Didier Fassin. Serão debatidos os modos pelos quais, na visão deste autor, essas questões reconfiguram o Estado e a política contemporânea.

Expositora: Profa. Dra. Taniele Rui (UNICAMP)

Textos de referência:  Introdução e conclusão de “Humanitarian Reason” e Iintrodução de “At the heart of state”.

Dia 23/8, 18hs – Sala 2073, Prédio de Ciências Sociais e Filosofia (FFLCH).

2 – Arquitetura da gentrificação

Serão debatidos os processos de “higienização” e “privatização” do espaço público em São Paulo, as relações entre estado e mercado na produção e gestão do espaço urbano, a (falta de) transparência dos documentos e informações de interesse público, e os sentidos da chamada “gestão democrática participativa”.

Expositora: Sabrina Duran

Dia 30/8, 18hs – Sala 118, Prédio de Ciências Sociais e Filosofia (FFLCH).

Textos de referência em http://gentrificacao.reporterbrasil.org.br/

3 – Os saberes da encruzilhada: militância, pesquisa e política no sistema socioeducativo.

Um debate com operadores do estado, com larga experiência em lidar com adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas, mas que também pesquisam e produzem conhecimento, além de atuarem em múltiplas organizações não governamentais e coletivos de ativistas.

Expositores: Operadores/pesquisadores de medidas socioeducativas.

Dia 13/9, 19hs – Sala 118, Prédio de Ciências Sociais e Filosofia (FFLCH).

4 – Anatomia de uma empresa militar e de segurança privada: a empresa Dyncorp em perspectiva global.

Através do estudo de caso da empresa norte-americana Dyncorp, discutiremos o surgimento das empresas militares e de segurança privada, a consolidação do chamado ‘mercado da força’ e seus desdobramentos como fontes contemporâneas de segurança e insegurança.

Expositor: Tomaz Paoliello (PUC-SP)

Dia 27/9 18hs – Sala 118, Prédio de Ciências Sociais e Filosofia (FFLCH).

Textos de referência: Capítulos 3 e 4 da tese “Anatomia de uma empresa militar e de segurança privada” e “Security Beyond the State: Global Security Assemblages in International Politics” de Rita Abrahamsen e Michael Williams.

5 – Cidade e encarceramento em massa

Diferentes teses sobre a guinada punitiva contemporânea e suas relações com o neoliberalismo serão discutidas em suas possibilidades e limites, a partir de uma exploração das articulações entre gestão urbana e estratégias de controle do crime.

Expositor: Prof. Dr. Laurindo Minhoto (USP)

Dia 04/10, 18hs – Sala 118, Prédio de Ciências Sociais e Filosofia (FFLCH).

Textos de referência: As duas sessões de Becker, Ewald e Harcourt sobre Foucault e “Foucault e o ponto cego na análise da guinada punitiva contemporânea” de Laurindo Minhoto.

Textos de referência disponíveis em: https://drive.google.com/folderview?id=0B-N4kmITwCr6R1U3SmtWYkxscTg&usp=sharing

Compartilhar com amigos
  • gplus
  • pinterest

Postar um comentário